Dingboche / Lobuche

Passei uma noite horrorosa, com muita falta de ar e uma diarreia fortíssima. Conclusão: acordei me sentindo fraca e a Kiki teve que guardar meu saco de dormir, porque nem para isso eu tinha energia. Fomos tomar café e o Carlos Santalena veio me perguntar como eu estava, pois o Canellas havia dito que eu não estava bem. Expliquei como havia passado a noite e ele disse que me acompanharia.

P1030587.JPG

Após o café, saímos para Lobuche (4.950 m.). O Canellas se ofereceu para levar minha mochila, mas eu declinei. Segui no final do grupo, mas logo no início percebi que seria sofrido. O Santalena veio pegar minha mochila e subi no final da fila com ele e a Aretha. Fui parando o tempo todo e ele me dando Diamox, que ajuda a combater o mal de altitude, chocolate e balas energéticas. Sofri bastante para chegar até o local do almoço, pois estava completamente sem forças e quando entrei no restaurante, fui ovacionada pelo grupo. É uma forma de incentivo e carinho a quem não está bem.

P1030602.JPG

P1030596.JPG

Almoçamos e seguimos para a segunda etapa do dia, que iniciava com uma subida. Nesse dia entramos definitivamente no clima de alta montanha e subiríamos lentamente pela moraina frontal do Glaciar do Khumbu, passando por memoriais erguidos em homenagem aos alpinistas mortos no Monte Everest.

P1030590.JPG

P1030592.JPG

Fui atrás do Santalena, um pé na frente do outro, em passos pequenos e atrás de mim, a Karin e a Aretha. Chegamos ao lodge com muito frio e como eu estava sem a minha mochila, que a esta altura tinha sido levada pelo Canellas, tive que vestir o casaco do Santalena.

P1030598.JPG

P1030599.JPG

Chegamos por volta das 18h e me joguei nas almofadas do refeitório. Agradeço muito ao Carlos e Aretha pela paciência, pelo incentivo e pelo carinho. Sem eles, teria tido muito mais dificuldades para chegar.

Estava com muito frio e mesmo lá dentro, não tirei o casaco do Carlos. Comi bastante chocolate, tomei Coca-Cola, água e me deixei ficar ali. Tomei mais Diamox e outros remédios que o Santalena me deu e tinha expectativas de estar melhor amanhã. Como disse o Canellas, eu deveria ouvir meu coração e não a opinião das outras pessoas, pois cada um me falava uma coisa diferente, com o intuito de ajudar.

Eu estava me sentindo muito mal e isso é muito ruim. Pelo menos estava com fome, o que não acontecia há dias, só que antes eu não estava com essa diarreia fortíssima. Comi minha sopinha de batatas com arroz e peguei um pedaço de frango do Santalena e depois da Flávia.

Fiquei conversando um pouco no refeitório e acabei indo dormir às 21h, torcendo para melhorar. Dividi o quarto com a Aretha, pois seria melhor, caso tivesse algum problema durante a noite.

Postagens em Destaque
Postagens Recentes
Siga-me
  • Wix Facebook page
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Faça parte da nossa lista de emails

Nunca perca uma atualização