São Paulo / Buenos Aires / Mendoza

EXPEDIÇÃO ACONCÁGUA 360 GRAUS

Saí de casa por volta das 22h e a Fabíola me levou até o aeroporto. Em anos, foi a primeira vez que não fui sozinha ao aeroporto. Meu voo era às 3h. Encontrei o Caio, que eu não conhecia, na fila, fiz o check in e aguardei a hora do embarque passeando, comendo alguma coisa e navegando na internet.

O voo foi tranquilo e chegamos à Buenos Aires às 5h, já com 1 hora a menos de fuso. Tivemos que pegar toda a bagagem, fazer novo check in e tive que pagar 9 kg de excesso de peso, já que nesse voo só é permitido 20 kg e só de comida, eu deveria ter uns 3 kg. Fomos aguardar o voo para Mendoza que saía às 7h.

Thaís chegou próximo do horário de embarque e ficamos conversando bastante antes do embarque. Chegamos à Mendoza às 09h40, trocamos um pouco de dinheiro e pegamos 2 carros rumo ao hotel. Chegando lá, ficamos esperando liberarem os quartos e nesse meio tempo, o Antônio, que já estava há 2 dias na cidade, chegou da rua.

Como os quartos estavam demorando a ser liberados e os meninos (guias – Carlos, Eduardo e Lucas) não estavam, aproveitamos para ir alugar os equipamentos que faltavam.

Fomos eu, a Thaís, Caio e o Antônio que nos acompanhou e mostrou onde era a loja. Chegamos à loja Piré e começou o exercício de experimentar bota dupla, que é extremamente dura e desconfortável, crampon, isolantes térmicos, luvas mitten e capacete. Fizemos todo o processo de aluguel e voltamos para o hotel.

Assim que eu cheguei, liguei para o quarto dos guias e combinamos de arrumar as malas no quarto e descer para nos encontrarmos no lobby e almoçarmos. Passamos no quarto deles antes de descer e como estavam enlouquecidos com todas as marinheiras (duffle bags) abertas e o quarto inundado de compras, organizando tudo e esse processo demoraria, combinamos de nos encontrar no restaurante, já que estávamos famintos e depois queríamos dormir um pouco, pois estávamos sem dormir 1 noite inteira por causa da viagem.

Almoçamos, tomamos vinhos e voltamos ao hotel para descansar.

O pouco que vimos de Mendoza me agradou muito. É uma cidade extremamente agradável, com avenidas largas, muito arborizada, com belas praças e um clima bastante quente, seco e abafado.

Eu e Thaís fomos para o quarto tomar banho e dormir. Dormimos por 3 horas e fomos acordadas com o telefonema do Lucas nos chamando para jantar. Declinamos e resolvemos ficar no quarto arrumando as marinheiras e mochilas, pois tínhamos que colocar todos os equipamentos alugados num espaço que já estava praticamente lotado. Foi uma engenharia que nos consumiu um bom tempo.

Depois pedimos uma pizza no quarto, conversamos um bom tempo e fomos dormir por volta das 24h.

Postagens em Destaque
Postagens Recentes
Siga-me
  • Wix Facebook page
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Faça parte da nossa lista de emails

Nunca perca uma atualização