O jogo da vida

A vida é mesmo uma surpresa e alguém lá em cima gosta de pregar peças. Não que eu esteja reclamando, mas é interessante como as peças desse xadrez chamado vida vão se encaixando, se movendo e quando menos se espera, xeque mate. E isso não quer dizer que o jogo tenha acabado, pelo contrário, pode ser o início de uma nova e instigante jogada.

Mas vida é isso mesmo, um vai e vem de emoções, de prazeres inusitados, paixões repentinas, medos recorrentes.

Cadê você que vai me tirar para dançar numa tarde ensolarada e me encher de sorrisos? Aquele que não vai ter medo de dizer: venha e traga o coração aberto, porque vou enchê-lo de certezas.

Chegue assim de mansinho e me encontre de cara lavada ou numa super produção e mostre surpresa, mostre que gostou, acelere meu coração quando sussurrar no meu ouvido aquelas palavras que eu gosto de ouvir e que sempre me arrepiam.

Venha com essa carinha que esconde um homem vivido, caloroso, carinhoso e atento. Aquele que não sabe ser leviano, que sabe estar presente, e me envolva em seus braços pelo tempo que eu preciso para me esquecer de tudo lá fora.

Mas seja verdadeiro sempre, seja intenso, não tenha medo de dizer o que sente e mais ainda, permita-se sentir e aproveite a minha proximidade para não me deixar ir, mantenha cativa uma alma que ficaria feliz estando dentro do seu coração.

Vamos contar estrelas naquela montanha que tanto gostamos, vamos rir mais da vida, acreditar no futuro e entregar nas mãos Dele o destino de algo que foi desenhado em algum lugar que desconhecemos.

Temos algo para viver, nem que seja um lampejo de existência, uma centelha de emoção e uma lufada de esperança dentro desse tabuleiro chamado Vida.

Travessia Petrópolis - Teresópolis

Postagens em Destaque
Postagens Recentes
Siga-me
  • Wix Facebook page
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Faça parte da nossa lista de emails

Nunca perca uma atualização