Ah, o amor!!

Por que será que a infelicidade e as dificuldades geram mais conteúdo? Seríamos nós seres fadados a chafurdar no limbo da tristeza?

Me recuso a acreditar nisso e por isso essas linhas vêm repletas de felicidade, de uma paixão que transborda os limites da racionalidade e um sorriso bobo que teima em aparecer no rosto toda vez que lembro de nossas tolas brincadeiras.

O amor é aquele sentimento cantado em músicas, declamado em verso e prosa, mas é também a arte de lidar com as diferenças, aceitar os erros, perdoar os deslizes.

Fácil demais amar alguém lindo, inteligente, bacana, gente boa, engraçado e tantos outros adjetivos que passaria um dia todo compilando. Mas e amar essa mesma pessoa quando ela mostra sua face mais difícil?

Sabe aqueles dias cinzentos, chuvosos, frios? Então, nós também somos assim e nem sempre estamos solares.

Mas ainda assim, como é lindo poder olhar para alguém e pensar: você é todo errado muitas vezes, você me irrita, me tira do sério, me faz querer correr para o outro lado do mundo...mas mesmo assim eu te amo, mesmo assim quero seu abraço e olhar seu sorriso lindo.

Porque o amor é o exercício de olhar para aquela pessoa nos momentos difíceis e encontrar uma razão para continuar, é sermos capazes de enxergar mais do que um emaranhado confuso de emoções e dúvidas, é sermos capazes de enxergar uma alma linda, que às vezes se perde, mas em essência continua sendo tudo aquilo de que precisamos.

E todos nós precisamos de alguém que nos valide apesar de todas as nossas incoerências, ingerências, intolerâncias, inconstâncias. Alguém que acredite em nós apesar de todas as nossas falhas. Alguém que no meio de uma discussão seja capaz de dizer: eu adoro a sua carinha brava. E consiga arrancar um sorriso e desfazer a tensão.

Encontrar alguém assim acalma o coração e nos dá a certeza de que não queremos outro olhar além daquele capaz de enxergar o melhor que há em nós.

Que estejamos mais prontos para mãos entrelaçadas, olhares confidentes, conexões verdadeiras e tenhamos menos medo da intensidade, da paixão e da incerteza do verbo amar.

Postagens em Destaque
Postagens Recentes
Siga-me
  • Wix Facebook page
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Faça parte da nossa lista de emails

Nunca perca uma atualização