Eu, mulher!!

Hoje é o dia de vermos flores, declarações, poesias e frases como: O lugar da mulher é onde ela quiser ou lute como uma garota.

Sim, hoje é o Dia Internacional da Mulher, mas sempre me pergunto até quando precisaremos de um dia para que se pare para pensar nas diferenças, nas injustiças, na ignorância de julgarmos que uns são menos do que outros por causa do gênero.

Falando de mim, até porque só tenho autorização para falar em meu nome mesmo, nunca fui dessas que bradam aos 7 ventos que somos melhores, mais fortes, mais isso, mais aquilo.

Claro que diferenças existem, sejam físicas ou emocionais, mas eu sempre me vi um ser tão híbrido que nunca me incomodei muito com isso. Tento extrair o melhor que cada lado possui, usufruir das características que se reconhecem em um gênero ou em outro.

Tenho tantos detalhes considerados masculinos e que sempre me ajudaram e me ajudam em muitas situações. Em outros momentos sou mulher na acepção máxima da palavra, com todas as suas idiossincrasias, peculiaridades e comportamentos.

E gosto do conjunto da obra, ainda que inacabada e imperfeita, mas verdadeira até a última fibra desse ser complexo. Gosto da construção que tenho feito até aqui, me orgulho do que alcancei, embora lamente o que ainda não consegui conquistar. Lamento porque gostaria que fosse mais rápido e mais fácil muitas vezes, mas já que escolhemos as situações pelas quais passamos, ainda que inconscientemente, só me resta extrair o melhor delas para que o futuro me represente ainda melhor.

Se me perguntarem se nunca fui discriminada por ser mulher, saibam que tenho uma série de histórias que comprovam que sim, já fui, como quase todas nós, mas juro que cada palavra ou ato discriminatório só me faz buscar forças para esfregar na cara do preconceito o tamanho do erro de julgamento.

Nunca me intimidei diante de situações consideradas “masculinas por natureza”, pelo contrário, isso sempre me deu ganas de mostrar que o sangue que escorre das minhas entranhas corre forte e quente em minhas veias e que a única pessoa capaz de me derrotar, me encara no espelho todos os dias.

E ela sabe ser dura quando me sente fraca. Ela me joga a verdade nua e crua quando fico encontrando justificativas para ser menos do que posso ser. E, sabe, eu gosto dela, gosto da bravura dela, da força, da determinação, da coragem de se testar e superar seus limites.

Sabe por que eu gosto tanto dessa cara que me encara todos os dias no espelho?

Porque ela sabe lutar como uma garota e sabe que o lugar dela no mundo é exatamente onde ela quiser que seja.

Feliz dia das mulheres, minhas lindas!!

Cume do Pico Tarija (5.250 metros) - Bolívia

Postagens em Destaque
Postagens Recentes
Siga-me
  • Wix Facebook page
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Faça parte da nossa lista de emails

Nunca perca uma atualização