Encontros

A gente não devia achar que ser bom, simpático e solícito são diferenciais, mas infelizmente no mundo em que vivemos, essas características acabam não sendo muito comuns e por isso me encanto quando vejo a bondade e o carinho em alguém que não espera nada em troca. Alguém que faz algo bom pelo simples motivo de ajudar outra pessoa.

Nos últimos dias tive grandes exemplos de amigos queridos que me doaram conhecimento, disponibilidade e informação só para me ajudar a realizar um sonho que começa a se desenhar. São pessoas muito mais experientes que eu e que, de coração, se propuseram a dividir esse conhecimento comigo, uma iniciante no caminho que eles já trilham há muito tempo.

E isso me encantou, porque já havia falado com algumas pessoas que mediam palavras, que se amedrontavam em “dividir o caminho das pedras”. Pareciam temerosas de que eu pudesse usar a ideia delas. Mas não é delas que eu quero falar.

Quero falar do aprendizado do desapego, do saber dividir, do acreditar que quando dividimos, na verdade agregamos mais ideias, mais conhecimento e muito mais afeto em nosso caminho.

E isso acontece em qualquer esfera, seja ela profissional, pessoal ou emocional. Aqueles que se limitam; se privam de provar sentimentos mais profundos e verdadeiros.

E também acredito na arte dos encontros. Aqueles que aparentemente são despretensiosos e casuais e quando nos damos conta, acabam fazendo muita diferença em nossas vidas. Tenho tido a sorte de encontrar pessoas que têm me ajudado profissionalmente, que podem “me abrir portas” porque conhecem outras pessoas que se interessam pelo que eu faço, que acreditam no brilho nos olhos e no potencial alheios e apostam suas fichas em ajudar quem tem um propósito na vida.

É muito bom sentir que estamos fazendo a coisa certa, que escolhemos um caminho que nos faz sentir úteis, realizados, com energia e foco, mas tudo isso fica muito mais fácil e ganha muito mais sentido quando temos o apoio daqueles que estão próximos e que acreditam no sonho e no desejo de crescer, se desenvolver e aprender cada vez mais.

O meu muito obrigada a todos que têm cruzado meu caminho e colocado mais luz e sentido nessa jornada. Obrigada pelo carinho, pela ajuda gratuita, pela confiança, pela força e muitas vezes por acreditar até mais do que eu em meus próprios desafios.

“Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de alguém sem nenhuma razão. Há muito o que dar e o que receber; há muito o que aprender, com experiências boas ou negativas”. Chico Xavier.

Finisterre - Caminho de Santiago de Compostela (Espanha)

Postagens em Destaque
Postagens Recentes
Siga-me
  • Wix Facebook page
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Faça parte da nossa lista de emails

Nunca perca uma atualização